Hugo Prado é o prefeito até que se resolva a situação de Ney com a justiça

Por Williana Lascaléia, da Câmara Municipal de Embu das Artes

 

Assessor lê carta de prefeito eleito, Ney santos, à população - Foto: Williana Lascaleia
Assessor lê carta de prefeito eleito, Ney santos, à população – Foto: Williana Lascaleia

Na manhã deste domingo, 1, os vereadores eleitos tomaram posse em cerimonia na Câmara Municipal de Embu das Artes. Eleito como presidente da Casa o vereador Hugo Prado irá ocupar o cargo de prefeito até que a situação do prefeito eleito Ney Santos, que não pode assumir devido a problemas com a justiça, se resolva.

Ney enviou uma carta à população embuense. A carta foi lida no início da cerimonia pelo assessor Renato Teixeira. Foi feita a leitura dos bens dos candidatos eleitos, foi feito um juramento e aberta a palavra para cada um dos eleitos agradecerem aos apoiadores, familiares e eleitores. Cartazes de apoio e gritos de “Embu tem jeito. Ney Santos prefeito” pode ser lida e ouvida em vários momentos da cerimonia. Também foi feita a escolha da mesa diretora.

A vereadora eleita Dr. Bete não pode comparecer a cerimonia de posse, pois passou por uma cirurgia e estava se recuperando em casa. Dos vereadores presentes apenas Rosangela Santos negou- se votar em terceiro secretario e em vice-presidente da Casa e Júlio Campana que se recusou a votar. Para o biênio 2017/2018 a composição da mesa ficou da seguinte forma: Presidente Hugo Prado, Vice-presidente Carlinhos do Embu, 1º secretário Edvânio Mendes, 2º secretário Dany Boy e como 3º secretario Jefferson.

Na carta Ney escreveu que este era o dia onde os “sentimentos se dividem, entre a alegria e a dor”, dor está de “não poder assumir o cargo de prefeito, ao lado do vice-prefeito Dr. Peter Calderon, onde fomos eleitos democraticamente pelo voto do nosso povo”.

Assim como já disse em coletiva a imprensa regional em sua carta Ney também falou da “dor de ser injustiçado e mais uma vez estar sendo perseguido”. Convidou a imprensa a ir nas comunidades ver o trabalho que realiza e a ouvir do povo quem é o verdadeiro Ney, além de prometer trabalho durante “7 dias por semana, 365 dias por ano” e “respeito com o dinheiro publico”.

Ney também alfinetou afirmando que “aqueles que destilam seu ódio contra mim sabem que não podem me chamar de corrupto, não podem de maneira alguma dizer que sou defraudador do que é publico”.

Ainda, em sua carta, Ney afirma que se apresentará a justiça e que “ainda não o fiz por que temo ate mesmo pela minha vida, pois não sabemos ate onde pode ir a covardia dos meus adversários”.

Prado

Com forte apoio dos vereadores da base aliada, o problema enfrentado por Ney Santos, junto a justiça, foi tratado como um pequeno problema. Prado afirmou que tem consciência de que foi eleito vereador e mantém a ideia de agrupamento político.

“Essa situação é muito delicada e muito especifica primeiro preciso tomar pé de toda a situação da prefeitura. Não estou 100 % inteirado de todas as possibilidades que vamos ter para realizar ações. O que temos de concreto é uma prefeitura com dificuldade muito grande. [...] De fato existe um desiquilibro financeiro”, afirmou Prado em coletiva.

Todos, base aliada e munícipes, acreditam que Ney ainda tomará posse.

Comentários

comentários

This entry was posted in Região, Williana Lascaleia. Bookmark the permalink.