Presidente da Câmara Ney Santos participa da Sessão Solene dedicada às mulheres

Por Equipe de Comunicação e MKT NEY SANTOS / Foto: Michael Alberto

 

Encerrando o mês das mulheres, a Câmara Municipal de Embu das Artes promoveu na noite desta quarta-feira, dia 30, a sessão solene dedicada as mulheres, onde foram homenageadas diversas mulheres com representação no município. O presidente da Câmara, o vereador Ney Santos participou do evento e homenageou sua mãe Dona Nena e sua esposa Elaine Santos. O encontro foi marcado por homenagens e declarações, que contou com as canções de Jair Fernandes acompanhado do tecladista Stéfano Henrique.

 

“Primeiramente quero agradecer a Deus a oportunidade de mais um ano estar aqui com vocês nesse trabalho maravilhoso da nossa amiga competente vereadora Rosana, que faz aqui na Câmara Municipal. Parabenizar em nome da Rosana todas as mulheres que abrilhantam ainda mais esse evento. Parabenizar, Rosana, a sua atenção não só com as mulheres mas com toda a nossa cidade, pelo trabalho que você tem feito que é muito importante que contribui para o povo de nosso município”, falou.

 

O vereador teceu comentários para sua esposa Elaine Santos que foi homenageada e presenteada durante a sessão. “Quero agradecer a minha esposa companheira de sonhos e de projetos. Deus abençoe a sua vida”.  Também fez elogios a secretária de assistência social, Roberta Santos; Dra. Flora da Delegacia da Mulher de Embu das Artes, que já desenvolve o trabalho no município há mais de 20 anos; e também na pessoa da assessora homenageada Caroline Marinho ele agradeceu todas as funcionárias dos gabinetes que recebem com carinho e respeito os munícipes.

 

Ney Santos salientou a importância de homenagear sua mãe Dona Nena, que completará 78 anos, além do motivo de ser sua mãe, Ney destacou as boas ações que ela sempre fez pelo bairro e até hoje muitas pessoas chegam na porta da sua mãe em busca de ajuda e prontamente são ajudadas. “Falar da minha homenageada é muito fácil até porque foi a pessoa que deu a luz a minha pessoa. É minha mãe que vai fazer 78 anos. Ela é mãe, vó, bisavó e agora vai ser tataravó mas com essa cara de menininha que ela tem, ela eve 12 filhos criados sempre com muito sofrimento mas com muita dignidade. Porque homenagear a minha mãe? Graças a Deus tem muitas mulheres que nos ajuda no trabalho do dia a dia, poderia talvez homenagear a minha esposa, a minha irmã que sempre me ajuda muito, muitas funcionarias da prefeitura que fazem um ótimo trabalho mas decidi homenagear a minha mãe por toda história que pude presenciar quando criança”, finalizou.

Comentários

comentários

This entry was posted in Região. Bookmark the permalink.