Servidores recebem segunda parcela do acordo salarial

Por Sandra Martins

 

Diferentemente de municípios e até estados, que estão demitindo ou atrasando salários, a Prefeitura de Embu das Artes, cumprindo o acordo realizado em setembro de 2015 (leia aqui), realizará o pagamento da segunda parcela da reposição salarial baseada no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) nos vencimentos de janeiro de 2016, a serem pagos no final deste mês.

O valor total do reajuste é de 9,53%; 3% já foram pagos em setembro de 2015 e o restante (6,53%), agora.  A correção do período (setembro/2015 a janeiro/2016), será paga aos servidores em março. O consenso foi obtido após diálogo com o Sindicato de Servidores Públicos de Embu, o Sindicato dos Professores de Escolas Municipais (Siproem) e a comissão permanente de servidores que, desde 2013, coleciona uma série de conquistas.

Durante a conversa realizada em setembro último com o prefeito Chico Brito, o grupo optou pela medida a fim de evitar que o reajuste fosse adiado ou que os servidores tivessem que enfrentar situações semelhantes ao de cidades vizinhas que, até o momento, não tiveram reajuste.

Mesmo com a impossibilidade de pagamento integral do IPCA, os membros estavam de acordo com a proposta do governo, tendo em vista os avanços já conquistados pelas categorias, como o enquadramento das Auxiliares de Desenvolvimento Infantil (ADI’s) como Professoras de Desenvolvimento Infantil (PDI’s), reclassificação de cargos (Lei Complementar nº 246 de 2014) e o aumento real de 2% concedido em março de 2015. Além da reclassificação de assistentes técnicos administrativos, agentes municipais, motoristas e eletricistas. Todas as categorias citadas já estão recebendo o reajuste, faltando ainda os auxiliares e técnicos de enfermagem que receberão em abril.

Reajuste em dia

De acordo com informações da Secretaria de Gestão de Pessoas e Modernização Administrativa, o reajuste salarial dos servidores públicos municipais foi pago todos os anos, desde a posse do prefeito Chico Brito, em 2009: 2015: 9,53% pago em duas vezes + correção em março 2014: 6,51% pago integralmente + 2% de aumento real 2013: 6,9% pago em quatro vezes 2012: 5,24% pago em duas vezes + 1,7% de correção em março 2011: 7,1% pago em duas vezes parcelado 2010: 4,35% pago integralmente 2009: 7,35% pago integralmente

 

 

Comentários

comentários

This entry was posted in Região. Bookmark the permalink.