São Paulo ganha novo parque da Sabesp no Butantã

Por Portal do Governo do Estado

Com 10 mil m² a área será um novo espaço de integração para as famílias do Butantã e bairros vizinhos - Foto:  A2img / Gilberto Marques

Com 10 mil m² a área será um novo espaço de integração para as famílias do Butantã e bairros vizinhos – Foto: A2img / Gilberto Marques

O espaço de lazer oferece mais verde e qualidade de vida à população, além de privilegiar a educação ambiental

Neste sábado, 25, foi inaugurado mais um parque na capital paulista. O Parque Sabesp Butantã conta com 10 mil m² e é um novo espaço de convivência e integração, que oferece mais qualidade de vida à população de São Paulo. A iniciativa do Governo do Estado e da Sabesp tem como objetivo oferecer uma local para exposições, lazer, esportes e educação ambiental.

“Esse é o terceiro parque que estamos entregando.  Primeiro entregamos o Parque da Móoca, depois o do Cangaíba e agora o Parque do Butantã. Eram áreas da Sabesp com grandes reservatórios de água e ficavam fechadas.  Estamos abrindo essas áreas para a comunidade, com verde, atividades esportiva e cultural˜, disse o governador Geraldo Alckmin durante a entrega.

Antes, a área era destinada apenas ao reservatório Butantã, que tem capacidade para 15 milhões de litros de água e atende a 18 bairros da região. As instalações foram adaptadas e foi criado um novo ambiente aberto ao público. O parque terá atividades para a terceira idade, playground, mirante, ponto para entrega de materiais recicláveis e bicicletário.

O parque também abrigará uma exposição permanente com painéis ilustrativos sobre distribuição, tratamento, consumo consciente, reúso de água e novas tecnologias do saneamento. A ideia é mostrar aos visitantes um pouco mais do trabalho desenvolvido pela Sabesp e conscientizar sobre a importância da preservação dos recursos hídricos.

Estrutura

Foi utilizado o que existe de mais moderno e ambientalmente correto em construções no projeto arquitetônico do parque, a partir do conceito de obra seca e sistemas pré-fabricados. As calçadas, mais largas e acessíveis, possuem pisos que permitem a drenagem da água das chuvas. O espaço abriga 143 árvores, além de 37 mudas, das mais variadas espécies, que foram plantadas no interior e entorno do parque.

Serão beneficiados pelo projeto cerca de 450 mil moradores do Butantã, Jardim Bonfiglioli, Rio Pequeno e outros bairros da zona oeste. As obras, que iniciaram em março de 2014, contaram com investimentos de R$ 6 milhões e geraram 260 empregos diretos e indiretos. Outros dois parques também já foram entregues pela Companhia: um no Cangaíba e outro na Mooca.

Comentários

comentários

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.